sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

O Abraço

O que você faz, por exemplo, quando está com dor de cabeça? Ou quando está chateado? Será que existe um remédio para aliviar a maioria dos problemas físicos e emocionais? Pois é, durante muito tempo estivemos à procura de algo que nos rejuvenescesse, que melhorasse nosso humor, que nos protegesse contra doenças, que curasse depressão e que nos aliviasse do estresse. Sim, alguma coisa que fortalecesse nossos laços conjugais e que, inclusive, nos ajudasse a adormecer tranqüilos. 

Encontramos! ... O remédio já havia sido descoberto! Estava à nossa disposição e continua ao alcance de nossas mãos. 

O mais impressionante de tudo é que não custa nada. Aliás, custa sim. Custa um pouco de boa vontade e, principalmente, o reconhecimento e a aceitação de ajuda que podemos receber do outro. 

É o abraço! O abraço milagroso. O abraço como sinal de afetividade e carinho, é uma medicina realmente muito forte. Pode nos ajudar a viver mais tempo. Protege-nos contra doenças. Cura a depressão e fortifica os laços conjugais e familiares. O abraço é um excelente tônico. Hoje, sabemos que a pessoa deprimida é bem mais suscetível às doenças. O abraço diminui a depressão e revigora o sistema imunológico da pessoa. 

O abraço injeta nova vida aos corpos cansados e fatigados. E a pessoa abraçada se sente muito mais jovem e vibrante. A pessoa tocada tem um aumento significativo da circulação de hemoglobina. Para lembrar ... a hemoglobina é aquela substância do sangue que transporta oxigênio para todos os órgãos do nosso corpo, inclusive o cérebro e coração. 

O uso regular do abraço por isso tudo, prolonga a vida, cura a depressão e estimula a vontade de viver e crescer na vida. 

Segundo pesquisas, sabe de quantos abraços você precisa por dia?! 

Quatro para sobreviver; 

Oito para gozar de boa saúde; 

Doze para prosperar. 

E o mais bonito é que este remédio não tem contra – indicações e não há maneira de dá-lo sem ganhá-lo de volta, a exemplo do sorriso.



Um comentário:

  1. Patrícia Oliveira da Silva25 de fevereiro de 2012 17:58

    Adorei e concordo em número, gênero e grau rsrs..te amo! Paty.

    ResponderExcluir